Homossexualidade
Homossexualismo & Homossexualidade
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Referências

homossexualidade
homossexualismo
saindo do armário
sair do armário
fora do armário
se assumir
cura da homossexualidade

 
 

DST - Doenças Sexualmente Transmissíveis

Portal sobre a homossexualidade

HomossexualidadeDoenças Sexualmente Transmissíveis ou DST são doenças que você pode pegar por meio de relações sexuais (vaginal, anal ou oral) com pessoas contaminadas independente de sua orientação sexual (homossexual, bissexual ou heterossexual).

Quais as complicações?
Quando uma DST não é tratada pode causar uma série de complicações:
• Esterilidade (infertilidade) no homem e na mulher;
• Gravidez ectópica (gravidez nas trompas);
• Maior chance de aparecimento de alguns tipos de câncer no útero, pênis e ânus;
• Nascimento de criança prematura, com lesões orgânicas ou morte fetal.

Este conceito (DST) foi ampliado, com a inclusão de alguns problemas de pele e enteropatias (doenças do intestino), porque se constatou que o contato sexual tem grande influência na transmissão dessas doenças.

Por algum tempo, as DST deixaram de ser alvo de preocupação, pois, com o surgimento dos antibióticos (principalmente a penicilina) o tratamento da maioria delas ficou bem mais fácil. Porém, nos últimos anos, a incidência dessas doenças voltou a crescer e elas tornaram-se novamente motivo de preocupação. O aparecimento da AIDS chamou a atenção da sociedade para isso, e hoje, as DST são consideradas pela Organização Mundial de Saúde um problema de saúde pública que atinge o mundo inteiro.




A seguir, mostraremos algumas das DST e também algumas fotos e imagens que, se você não tiver preparado, PODEM CHOCAR (não são nada "agradáveis"). Mesmo assim, é importante que você veja atentamente cada uma delas, leia a respeito e tome sempre cuidado no contato sexual.

Afinal, ao contrário do que muitos pensam, por trás de um rostinho bonito e um corpo saudável, podemos encontrar também estas doenças. Talvez não tão desenvolvidas como das fotos, mas, mesmo em desenvolvimento, o risco de contágio é grande.

E, se você apresentar alguns dos sintomas abaixo, ou mesmo perceber algo de errado com seu corpo, principalmente nas partes sexuais, procure imediatamente um médico mais próximo. Vale tudo, hospital, posto de saúde, assistência médica, etc. E, não tenha vergonha. Sua saúde deve ficar sempre em primeiro lugar.



Candidíase



Candidíase

O que é?
A candidíase, especialmente a candidíase vaginal, é uma das causas mais freqüentes de infecção genital. Trata-se de uma infecção por fungos (na maioria das vezes, o Cândida albicans) que nem sempre é adquirida através de relação sexual. Existem fatores de predisposição a candidíase: diabetes, gravidez, uso de contraceptivos orais, uso de antibióticos etc.

Como identificar?
A principal característica da candidíase é a coceira na região genital, em geral acompanhada de vermelhidão, inchaço e, eventualmente, de pequenas bolhas.

Tratamentos:
Medicamentos.

Período de Incubação:
Variável.

Complicações / Conseqüências:
Além da coceira, causa desconforto nas relações sexuais.

Prevenção:
Higienização adequada da região genital, uso de roupas pouco justas e camisinha.



Clamidia / Clamydia / Chlamydia



Clamidia . Clamydia

O que é?
Doença infecto-contagiosa dos órgãos genitais masculinos ou femininos, transmitida através de relação sexual (mesmo que o doente não esteja apresentando sintomas). É uma doença perigosa, pois, normalmente, só se manifesta quando já prejudicou seriamente os órgãos reprodutores, especialmente das mulheres.

Como identificar?
A clamidia causa um corrimento escasso e ardor ao urinar. Se não tratada, pode permanecer durante anos contaminando o organismo. Nas mulheres, é comum que a infecção se manifeste de repente, de forma aguda, e exija hospitalização. Pode ser confundida com apendicite.

Tratamentos:
Antibiótico oral e local (na mulher)

Período de Incubação:
De uma semana a mais de um mês.

Complicações / Conseqüências:
Infertilidade, doença inflamatória pélvica, infecção nos órgãos reprodutores.

Prevenção:
Uso da camisinha.





Herpes Genital



Herpes

O que é?
Lesões em forma de pequenas bolhas agrupadas que, em 4-5 dias, se transformam em feridas, e que se cicatrizam espontaneamente. As lesões são muito dolorosas e precedidas por vermelhidão local.

Tratamentos:
Ainda não existe tratamento eficaz para curar o herpes, apenas para diminuir os efeitos e a freqüência das crises.

Período de Incubação:
Indeterminado

Complicações / Conseqüências:
Infecção recorrente (vem, melhora e volta) causada por um grupo de vírus. É transmitida, na maioria das vezes, por relação sexual, mas também pode ser transmitida por roupas íntimas, toalhas etc.

Como identificar?
Aborto espontâneo, parto prematuro, infecções nos órgãos genitais e no aparelho urinário.

Prevenção:
Uso da camisinha.






Gonorréia


Gonorréia

O que é?
Doença infecto-contagiosa que atinge todo o organismo, e é transmitida pela relação sexual.

Como identificar?
Dor ao urinar, coceira na região genital e, nos homens, secreção (corrimento) pela uretra. As mulheres, na maioria das vezes, não apresentam estes primeiros sintomas, apresentando apenas as complicações posteriores. Por isso, é fundamental consultar o ginecologista a cada seis meses.

Tratamentos:
Antibióticos.

Período de Incubação:
2 a 10 dias

Complicações / Conseqüências:
Aborto espontâneo, infertilidade, meningite, miocardite, gravidez ectópica (fora do útero), infecção generalizada, artrite aguda.

Prevenção:
Uso da camisinha.






HPV - Human Papilloma Virus


Human Papilloma Virus


O que é?
Infecção causada por um grupo de vírus (HPV - Human Papilloma Virus), transmitido pelo contato entre os órgãos genitais (não é necessário que haja penetração para haver o contágio).

Como identificar:
Pequenas lesões não-dolorosas (em geral em forma de couve-flor) por toda a região genital, no ânus e, no caso das mulheres, também no colo do útero.

Tratamentos:
Local. Como no caso do herpes genital, é muito comum que a doença volte a se manifestar depois de tratada.

Período de Incubação:
Semanas a anos.

Complicações / Conseqüências:
Câncer do colo do útero e vulva e, mais raramente, câncer do pênis e também do ânus.

Prevenção:
Camisinha usada adequadamente, do início ao fim da relação.

 





Triconomas


Triconomas

O que é?
Infecção dos órgãos sexuais e do aparelho urinário do homem e da mulher, transmitida através de relação sexual.

Como identificar?
Secreção amarelada e mal-cheirosa.

Tratamentos:
Antibiótico oral e local (na mulher)

Período de Incubação:
10 a 30 dias, em média.

Complicações / Conseqüências:
Inflamação dos órgãos genitais

Prevenção:
Camisinha usada adequadamente, do início ao fim da relação.

 





Sífilis


Sífilis

Sífilis


O que é?
Depois da Aids, é a doença sexualmente transmissível mais perigosa. Trata-se de uma doença infecto-contagiosa sistêmica (isto é, acomete todo o organismo), que evolui de forma crônica (lenta), tendo períodos agudos e outros de latência. É transmitida por relação sexual, por transfusão de sangue contaminado e pela placenta (de mãe para filho).

Como identificar?
A lesão primária, chamada de cancro, é dura e pouco dolorida, lisa e com uma secreção grossa. Ela tende a sumir em poucos dias, mas a doença continua agredindo o organismo. Algum tempo depois, começam a aparecer manchas na pele e a doença se torna mais agressiva.

Tratamentos:
Com antibióticos

Período de Incubação:
1 semana a 3 meses

Complicações / Conseqüências:
A sífilis pode comprometer múltiplos órgãos: a pele, os olhos, os ossos, o sistema cardiovascular e o sistema nervoso. Se não tratada, pode levar à morte.

Prevenção:
Camisinha usada adequadamente, do início ao fim da relação.






AIDS - HIV


AIDS - HIV .AIDS - HIV .AIDS - HIV

O que é AIDS?
AIDS é a sigla da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, provocada por uma vírus chamado HIV.

O HIV pode contaminar indivíduos que se envolvem em situações de risco sem proteção. Essas situações estão muito bem definidas e caracterizadas, sendo, portanto, facilmente evitáveis.

Em casos de AIDS, manifestam-se diversas doenças, porque o sistema de defesa do organismo humano fica desorganizado pela ação do HIV.

Como pode ser transmitida?
Através de três maneiras muito bem definidas e caracterizadas:

1- Contato com esperma e secreção vaginal (líquidos que estão presentes no corpo do homem e da mulher no momento da transa) contaminados, em práticas sexuais com penetração sem o uso da camisinha;

2- Contato com sangue contaminado, seja através de transfusões, seja através do compartilhamento de agulhas e seringas, principalmente entre usuários de drogas injetáveis;

3- Da mãe para criança durante a gestação, parto e aleitamento.

E como pode ser evitada a sua contaminação?

1- No caso de prática sexual com penetração, seja anal, vaginal ou oral, use sempre camisinha de forma correta. Sabendo usar o preservativo você diminui sensivelmente a possibilidade de rompimento;

2- Pratique sempre sexo mais seguro, que são formas de transar através das quais você não entra em contato com esperma, secreção vaginal ou sangue;

3- Exija sangue previamente testado nas transfusões, seja em hospitais públicos ou privados;

4- Dê preferência a agulhas e seringas descartáveis, nessa impossibilidade, as esterilize no calor ou com água sanitária, principalmente no uso de drogas injetáveis.

Importante:

-Não há nenhum risco de se contrair o HIV nos contatos de convívio familiar, social ou profissional. Por isso, não tenha receio de conviver com alguém que tenha HIV ou AIDS.

-Faça sempre uso de sexo mais seguro nas suas transas. Assim, você continua sentindo prazer e elimina o risco de contaminação pelo vírus da AIDS.

-Seja criativo, não deixe de sentir prazer por medo do vírus. Se não houver camisinha, invente outra forma de transar. Negocie com o seu parceiro (a) uma outra maneira de ser feliz no sexo, sem riscos.

 
 

Veja Também: Assista aos vídeos!

Saindo do Armário na TV Gazeta 2010 Saindo do Armário no Fantástico 2010
youtube.com/watch?v=p9cuo_S6MGQ youtube.com/watch?v=AqnvUlF0_cM

.

Apoio/Patrocínio do Armário X:

Ótimo livro que fala sobre o Homossexualismo & Homossexualidade .


Para contato, artigos e releases: contato.homossexualidade@uol.com.br